Conheça Palmital
Palmital PR

História:
A origem do nome Palmital, deu-se devido à grande quantidade de palmito existente na região onde teve início o povoado que mais tarde se tornaria sede do município. A primeira família que rompeu as matas virgens, vindo de Santa Maria do Oeste e abrindo picadas, fixando sua residência no local, foi a do Sr. Maximiliano Vicentin nome este dado a primeira rua da cidade de Palmital.

O município de Palmital localiza-se na região centro-oeste do estado do Paraná. O clima basicamente por latossolo roxo distrófico, possui belezas naturais como cachoeiras, grutas e cavernas, porém pouco exploradas turisticamente. O município é formado por habitantes de origem brasileira, sendo de: caboclos, paranaenses, caboclos nordestinos, ucranianos, italianos, alemães e poloneses.

No que se diz respeito à educação e cultura, no município esta se desenvolvendo um programa de formação para professores através de cursos pedagógicos, oficinas culturais, entre outros. O setor educacional está ligado diretamente aos acontecimentos culturais valorizando os costumes e tradições locais.

Praticamente não se pode mais falar da fauna Palmitalense, com abundância e variedade que existia antigamente, agora em vias de extinção, decorrentes do  processo de ocupação do homem iniciado por volta de 1920, quando começou a ocupar sistematicamente o espaço, desbravando as matas habitat dos animais silvestres. Gradativamente, as espécies diminuíram, concorrendo para isso não só o desmatamento, mas também, da caça amadorista, a pesca predatória e a poluição ambiental. Hoje a fauna silvestre vem se recuperando graças a consciência preservacionista dos proprietários rurais.

Em Palmital encontram-se diversas espécies de animais selvagens, tais como bugios, tamanduás, raposas, cachorro-do-mato, ratões-do-banhado, lebres, veados, pacas, tatus, tatetos, capivaras, ouriços, quase todas essas espécies raríssimas. Por incrível que pareça, apesar da caça indiscriminada, ainda há grande número de aves representadas por azulões, saracuras, tucanos, sangue de boi (raríssimo), entre outros. Para conservação da fauna no município, a caça é proibida em todas as épocas do ano e a pesca é regulamentada. Encontra-se no território, o curso de diversos rios, sendo os principais: Piquiri, Cantú, Logrador, Jaguatirica entre muitos outros que enriquecem o solo Palmitalense.

A economia está pautada basicamente na agropecuária. Tem-se como destaque desde o início da colonização a extração de erva-mate e o cultivo de milho, fatos pelo qual já é tradição a Festa do Milho que é realizada no município todos os anos. Atualmente a agricultura é diversificada destacando-se entre outros o crescente cultivo de amora para a criação do bicho-da-seda uma vez que é produzido casulos de seda de excelente qualidade. Outra atividade de grande importância econômica além da crescente produção de milho e soja e que merece destaque é a pecuária, possuindo gado de corte e de leite de reconhecido padrão genético e produtivo, a suinocultura também demonstra pujante crescimento. Os agricultores estão organizados em 33 associações de produtores rurais, onde buscam coletivamente, com o apoio do município, as alternativas de produção.

Praça Antônio Barbosa

Praça Antônio Barbosa

Prefeitura Municipal de Palmital

Prefeitura Municipal de Palmital

 

Cachoeira Jaguatirica (Foto Moacir P. Cruz)

Cachoeira Jaguatirica (Foto Moacir P. Cruz)

Palmital Paraná

Cachoeira Jaguatirica (Foto Moacir P. Cruz)

 

A primeira caverna de origem vulcânica do país é chamada de Casa da Pedra

Casa da Pedra – Palmital / Fonte G1-Paraná

 

 

 

 

Rua Moisés Lupion, 1001 - Centro - CEP: 85270-000 / Fone: (42) 3657-1222
Online:
Facebook Prefeitura Palmital
Feed